Colecionismo ou Síndrome de Diógenes

sindrome de dioges

(Algumas vezes a Síndrome de Diógenes é confundida com uma forma de TOC chamada Colecionismo ou Hoarding)

Sintomas da Síndrome de Diógenes:

  • Descuido extremo com a casa, que vira um depósito mal cheiroso de lixo e tranqueiras inúteis.
  • Descuido extremo com a higiene pessoal.
  • Isolamento social, desconfiança, agressividade, falta de motivação, falta de crítica, irritabilidade, idéias paranóides.
  • “Mania de Perseguição”, ou comportamento paranóico
  • Colecionismo ou Hoarding, que significa acumular quantidades impressionantes de coisas inúteis, tranqueiras, jornais velhos, garrafas, roupas velhas, trapos, um monte de coisa que parece uma pilha de lixo ou de sucata.

É muito mais freqüente em pessoas acima de 60 (em jovens existe mas é bem rara), de todas as classes sociais e ambos o sexos.

Grande parte dos portadores apresenta Demência ou algum outro Transtorno Psiquiátrico.

É difícil classificar a Síndrome de Diógenes, existem várias teorias:

  • Seria “estágio final” de um transtorno de Personalidade.
  • Seria uma manifestação de Demência do Lobo Frontal.
  • Seria o estágio final do Colecionismo do TOC.
  • Seria uma forma de Psicose cronificada na terceira idade.

Tratamento.

O tratamento dos portadores de Síndrome de Diógenes é muito difícil, porque os doentes negam existir algum problema, portanto não vêem nenhuma necessidade de receberem ajuda médica. Muitas vezes só se descobre um doente porque os vizinhos acionam o Serviço de Saúde por causa do acúmulo de lixo e mau cheiro

Caso um paciente aceite tratamento, precisa ser investigado neurologicamente para se excluir a Demência. Mas ainda que se diagnostique Demência, esta também não é fácil de tratar.

É válido tentar tratamento com Neurolépticos e e acompanhamento com Assistentes Sociais ou Acompanhantes Terapêuticos. Por outro lado, obrigar um paciente a se internar e tratar contra a vontade é complicado do ponto de vista jurídico e social.

Fonte: Associação Brasileira de Psiquiatria

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply