PERICARDITE CONSTRITIVA

PERICARDIO

O que é:

Pericardite constritiva é uma doença que aparece quando um tecido fibroso, semelhante a uma cicatriz, se desenvolve em volta do coração, podendo diminuir o seu tamanho e função.
Também podem surgir calcificações causando aumento da pressão nas veias que levam o sangue ao coração, fazendo com que o líquido não consiga entrar no coração e acabe se acumulando na periferia do corpo, causando inchaço no abdome e nos pés.

Sintomas da pericardite constritiva

Os sintomas da pericardite constritiva são os seguintes:

  • Inchaço distribuído por toda a pele ou anasarca;
  • Aumento do tamanho das veias do pescoço;
  • Distensão abdominal devido ao inchaço;
  • Inchaço nas pernas e tornozelos;
  • Dificuldade para respirar;
  • Cansaço;
  • Falta de apetite e perda de peso;
  • Dificuldade de digestão.

Causas da pericardite constritiva

As causas da pericardite constritiva geralmente são desconhecidas, mas pode ser consequência de:

  • Doenças como artrite reumatóide ou lúpus eritematoso sistêmico;
  • Ferida prévia;
  • Cirurgia no coração;
  • Infecção bacteriana;
  • tuberculose ( principal causa nos países em desenvolvimento);
  • radiação do mediastino;
  • neoplasias;
  • trauma;
  • drogas.

Diagnóstico de pericardite constritiva

O diagnóstico de pericardite constritiva é feito através de:

  • Exame físico;
  • Rx tórax;
  • Eletrocardiograma;
  • Ecocardiograma;
  • Tomografia computadorizada;
  • Ressonância magnética.

Para confirmar o diagnóstico, pode-se ainda realizar um estudo hemodinâmico, que é um tipo de cateterismo cardíaco com objetivo de avaliar as condições gerais do coração.

Tratamento para pericardite constritiva

O tratamento para pericardite constritiva deve ser feito através da tomada dos seguintes remédios:

  • Remédios antituberculose: deve ser iniciado antes da cirurgia e mantido por 1 ano;
  • Medicamentos que melhorem a função cardíaca;
  • Diuréticos: ajudam a reduzir o excesso de líquidos;
  • antiinflamatórios e colchicina podem ajudar;
  • Cirurgia para retirada do pericárdio: especialmente nos casos associados a outras doenças do coração como Insuficiência cardíaca.–> tratamento definitivo nos casos crônicos.

É fundamental referir que a cirurgia não deve ser adiada, pois pacientes com grande limitações na função do coração, podem correr maiores riscos de morte e o benefício da cirurgia é menor.

Fonte/Referência: Sociedade Brasileira de Cardiologia.

You can leave a response, or trackback from your own site.

One Response to “PERICARDITE CONSTRITIVA”

  1. Dr Edilson Neiva disse:

    Muito boa essa matéria sobre Pericardite constritiva; DR Euvaldo o site está muito bom;a cardiologia ganha a medicina e toda sociedade com informações de qualidade parabéns pelo trabalho .

Leave a Reply