6 qualidades necessárias para cuidadores de idosos

idosos2

SIMPATIA
Uma das melhores qualidades que um(a) cuidador(a) pode ter é simpatia por aquelas pessoas idosas que estão sendo cuidadas. Bons cuidadores(as) entendem que o idoso pode se sentir vulnerável, assustado, confuso e desconfortável, e ser capaz de identificar e acabar com estes medos, demonstrando uma sensação de calma e confiança para aquelas pessoas idosas que estão sendo cuidadas.

PACIÊNCIA
As pessoas idosas que recebem cuidados normalmente não têm a capacidade de ser totalmente independente e auto-suficiente, o que pode levar à frustração e a raiva. O(a) cuidador(a) deve ser capaz de separar a raiva e o ressentimento do idoso e não levar sua frustração para o lado pessoal.

EXPECTATIVA REALISTA
Pessoas idosas dependentes muitas vezes demoram mais tempo do que o normal para completar tarefas ou rotinas simples. Compreender as limitações de quem você cuida pode ajudar a reduzir a tensão no ambiente. Os(as) cuidadores(as)bem treinados(as) para reconhecer e incentivar a auto-suficiência e a independência, enquanto continuam a oferecer cuidado e atenção. Ter expectativas realistas sobre o que um idoso sob seus cuidados é capaz de fazer, pode ajudar você a fornecer um atendimento individualizado e adequado.

FORTALEZA FÍSICA E MENTAL
Cuidadores(as) ajudam as pessoas idosas com higiene pessoal, troca de fraldas, tratamento de feridas, de banho e outras rotinas. Um(a) cuidador(a) experiente não foge destas situações delicadas e e tem capacidade física e psicológica, para lidar quando o idoso passar mal (vomitar, ter diarréia ou urinar pela casa ou no sofá) . Um cuidador nunca repreende ou envergonha a pessoa idosa que cuida, quando isso ocorre.

SERENIDADE E CALMA
Cuidadores sabem manter-se calmos e acalmar as pessoas idosas com quem trabalha. Os idosos em situações de dependência muitas vezes têm que ser solicitados a comer, beber e cooperar em algum outro cuidado. Ter uma voz de encorajamento e de serenidade é uma boa qualidade de um cuidador, como também a capacidade de acalmar e de tranquilizar aqueles idosos que estão sendo cuidados.

CONFIANÇA
A confiança é uma característica vital em um(a) cuidador(a). As pessoas idosas que recebem cuidados aprendem, com o tempo, a confiar e a depender de seus cuidadores. E nada melhor que a paciência, a serenidade, a simpatia e a fortaleza física e psicológica para gerar mais confiança ainda em seu trabalho de cuidador(a).

Fonte: www.cuidardeidosos.com.br

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply