logotipo-saude-em-dia

Pés e mãos frios podem indicar má circulação

Pés e mãos frias podem indicar má circulação sanguínea, quando o sangue tem dificuldade em passar pelas veias e artérias, levando também calor para as extremidades do corpo.

No entanto, um indivíduo também pode ficar com os pés e as mãos frias quando está num ambiente frio. Os bebês também costumam ter as extremidades frias e isso, na maior parte das vezes, não está relacionado a nenhuma doença vascular nem cardíaca.

Pode-se desconfiar de problemas no coração quando o indivíduo apresenta, além de pés e mãos frias na maior parte do tempo, outros sintomas como inchaço nas pernas e pés ou sensação de desmaio, por exemplo. Continue lendo »

cancer-pulmao-gene-metastase-20110407-size-598

Falta de ar e cansaço podem ser causados pela Hipertensão Arterial Pulmonar

A Hipertensão Arterial Pulmonar (HAP), também referida como pressão arterial alta dos pulmões, é uma doença progressiva e potencialmente fatal, caracterizada pelo aumento na pressão arterial pulmonar e aumento na resistência vascular pulmonar.

Embora a doença possa afetar todos os grupos de idade e ambos os sexos, a HAP é mais comum em mulheres jovens com idade entre 20 e 40 anos e há quase duas vezes mais mulheres do que homens com a doença. A HAP pode causar cansaço e falta de ar (dispneia) em seus portadores.

O que causa HAP?

A HAP pode ocorrer sem uma causa óbvia (HAP idiopática) ou secundária a uma variedade de doenças, como as doenças pulmonares (Bronquite Crônica, por exemplo), doenças cardíacas (congênitas e adquiridas), doenças do tecido conjuntivo (Esclerodemia, por exemplo), Síndrome da Apneia do sono, exposição à substâncias (inibidores do apetite, por exemplo), por ação de agentes infecciosos (HIV, por exemplo), entre outros. Continue lendo »

Trigliceridos-500x325

Como diminuir os triglicérides de forma natural

Trata-se de um tipo de gordura que provém dos alimentos de origem animal, em grande medida. Os valores normais são de no máximo 150 mg/dl e se está acima de 200 mg/dl, significa que se apresenta um problema de triglicérides. Há medidas a serem tomadas que é preciso efetuar para reduzir tais níveis, protegendo, assim, a saúde de nosso organismo. Neste artigo, você saberá como reduzir os triglicérides de forma natural.

Instruções e conselhos para reduzir os triglicérides

Os níveis muito altos de triglicérides e colesterol no sangue colocam em risco a saúde do coração, mas também causam outros transtornos. A primeira mudança, sem dúvida, é a alimentação. Aumentar o consumo de fibras como aveia e cereais integrais, serve para reabsorver a gordura. Além disso, alguns vegetais como brócolis e espinafre e as frutas como a maçã ou a laranja são excelentes aliados.

Reduza ou diretamente evita o consumo de pão, massas, biscoitos salgados, produtos de confeitaria, tortas, frituras e álcool, os quais não aportam benefícios a nossa saúde e, por sua vez, aumentam a quantidade de lipídeos em nosso sangue. Você pode substituir por produtos integrais ou alimentos mais saudáveis. Continue lendo »

sedentarismo34

A vida sedentária

A seleção natural desenhou o corpo humano para o movimento.

Desde que nossos ancestrais desceram das árvores, há seis milhões de anos, a competição conferiu vantagem de sobrevivência às mulheres e homens que se movimentavam com mais desenvoltura. Como resultado, o corpo que chegou até nós tem pernas e braços longos, fortes e articulados para andar, correr, trepar em árvores, abaixar e levantar com eficiência e facilidade.

A partir da segunda metade do século 20, no entanto, sucessivos avanços tecnológicos tornaram possível ganharmos o pão nosso de cada dia sem sair da cadeira. Graças ao conforto moderno, passamos a usar o corpo de uma maneira para a qual ele não foi engendrado. Continue lendo »

idosos parkinson

Veja sinais que indicam quando um idoso não deve mais morar sozinho

A editora sênior do site Caring.com, Paula Spencer Scott, criou recentemente um guia para ajudar famílias a determinarem quando mudar parentes idosos de suas casas para ambientes mais controlados ou, então, trazer alguém para ajudá-los em casa. Os sinais e questões a seguir foram adaptados da lista de recomendações de Scott.

  • Acidentes ou problemas recentes, como quedas, emergências de saúde e pequenos acidentes de carro.
  • Recuperação lenta. Como foi o processo de recuperação das últimas enfermidades? Elas acabaram ficando mais sérias? Houve necessidade de ajuda médica? Continue lendo »

Saiba como prevenir e tratar a tendinite e a tendinose

Tendão é a estrutura que fixa o músculo no osso. O sufixo “ite” refere-se a inflamação, e o sufixo “ose” à degeneração. Os sintomas da tendinite e da tendinose são parecidos, mas as causas e os tratamentos são diferentes. Por isso é importante diferenciar essas condições clínicas, e evitar a persistência do problema.

tendinite acontece quando uma força de tensão muito forte e/ou muito prolongada provoca uma pequena ruptura seguida de inflamação no tendão. Células inflamatórias são direcionadas para a região e ocorre inchaço e dor. Continue lendo »

EUVALDO

Aterosclerose e suas complicações

A aterosclerose é a formação de placas de gordura, cálcio e outros elementos na parede das artérias do coração e suas ramificações de forma difusa ou localizada. Ela se caracteriza pelo estreitamento e enrijecimento das artérias devido ao acúmulo de gordura em suas paredes, conhecido como ateroma.

O consumo excessivo de alimentos industrializados, bebidas alcoólicas e cigarro, a falta de atividades físicas e o excesso de peso modificam o LDL (lipoproteína de baixa densidade, o “mau colesterol”), agredindo os vasos sanguíneos e gradativamente levando ao entupimento das artérias. Com o passar dos anos, o diâmetro do vaso diminui, podendo chegar à obstrução completa, restringindo o fluxo sanguíneo na região.

Com isso, o coração recebe uma quantidade menor de oxigênio e nutrientes, tendo suas funções comprometidas. Essa complicação é a causa de diversas doenças cardiovasculares, como infarto, morte súbita e acidentes vasculares cerebrais. Continue lendo »

dicas-para-baixar-o-triglicerides-6

Sete dicas para baixar o nível de triglicérides do sangue

Receber o diagnóstico de colesterol alto vira alvo de grande preocupação para muitas pessoas. O mesmo nem sempre acontece com aquelas que descobrem ter alto nível de triglicérides – ou triglicerídeos – no sangue. Menos agressivos, os triglicérides costumam ser ignorados por muitos, mas eles também são perigosos se não controlados: aumentam os riscos de doenças coronarianas e até de desenvolver diabetes. Confira sete dicas que ajudam a controlar a taxa dessa gordura.

Carboidratos

Os triglicerídeos são originados de duas maneiras: pela ingestão de alimentos ricos em gordura ou pela sintetização de carboidratos no fígado. Dessa forma, uma das primeiras recomendações médicas para baixar o nível de triglicérides é criando uma dieta balanceada e, claro, com baixo teor de carboidratos, aponta o endocrinologista Amélio. Isso inclui massas, frutas e tubérculos, como a batata. Continue lendo »

alzheimer afago

Alzheimer: Manejando os problemas cotidianos

Limitando a independência

Após o início dos sintomas, alguns pacientes que ainda mantêm algum grau de autonomia passam a apresentar problemas com relação à sua independência, podendo realizar atos que terminam por prejudicá-los, colocando em risco sua segurança física e financeira.

  • Quando impedir que o paciente administre bens e valores?
  • Quando ele deve parar de dirigir?
  • Quando deixar de trabalhar?

Essas são algumas entre outras questões que devem ser analisadas com cuidado, com vistas a evitar mudanças bruscas com cerceamento violento da independência.
As questões básicas que norteiam as decisões a serem tomadas são: Continue lendo »

frutas-oleaginosas

Sete tipos de oleaginosas que mais protegem o coração

Conhecidas por ser um grupo de alimentos muito saudável, rico em proteínas, gorduras insaturadas, vitaminas e minerais, as oleaginosas não podem ficar de fora da dieta. Algumas delas se destacam por proteger ainda mais o sistema cardiovascular. “Parte desses alimentos são especialmente ricos em gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas, nutrientes que agem de forma positiva nos níveis de lipídios sanguíneos. Manter os níveis adequados desses lipídios, como o colesterol, é fundamental para reduzir o risco de desenvolver doenças cardiovasculares”, explica a nutricionista Maria Carla Leone.  Continue lendo »

colesterol-OKOK-PAGE

Hipertensão arterial infantil

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera a hipertensão arterial um problema de saúde pública, uma vez que o número de casos não para de crescer. A doença age na surdina . Por isso é chamada de “mal silencioso”. Sem fazer alarde, afeta pessoas de todas as idades e condições sociais. Não poupa sequer as crianças e os adolescentes.

As pesquisas indicam que a elevação da pressão arterial na infância representa fator de risco para que a enfermidade se manifeste, mais tarde, na vida adulta. Por outro lado, filhos de pais hipertensos devem redobrar os cuidados com a prevenção desde cedo, porque pressão alta é uma doença hereditária, crônico-degenerativa que ataca os vasos sanguíneos e pode provocar lesões graves no coração, cérebro, rins, membros e outras grandes artérias do nosso corpo. Continue lendo »

perguntas_e_respostas

Angioplastia Coronária

Que tipo de procedimento é a angioplastia? Pode ser considerado simples exame? Pode ser considerado um procedimento cirúrgico mais simples?

Re: A angioplastia coronária é um procedimento realizado para a desobstrução das artérias coronárias (artérias do coração), evitando que o paciente sofra de dor no peito (angina pectoris) e até um infarto. Ela foi realizada pela primeira vez no mundo há 22 anos e utiliza cateteres que vão até o coração, levando balões de desobstrução até as coronárias. Podem ser usados também stents (próteses metálicas, aterótomos, etc). Este procedimento é terapêutico e, portanto, não é um exame. O exame diagnóstico chama-se cineangiocoronariografia, conhecido como cateterismo cardíaco. Na angioplastia, geralmente se usa apenas anestesia local mantendo-se o paciente acordado. Tem duração de aproximadamente 1 hora e não existem grandes cortes ou suturas. Assim, esta é uma intervenção percutânea, mais do que uma pequena cirurgia. Continue lendo »

1236561_156620531205400_1134446144_n

Sopro no Coração

- Iremos abordar agora o tema SOPRO NO CORAÇÃO. O sopro no coração é uma alteração no fluxo de sangue dentro do coração, que na maior parte das vezes não é grave e nem pode matar. Entretanto, quando o sopro no coração está associado a sintomas de dispneia, boca roxa, palpitações, pode significar doença cardíaca grave que pode evoluir para a morte se o tratamento não for iniciado a tempo.

Sopro cardíaco é um ruído produzido pela passagem do fluxo de sangue através das estruturas do coração. Ele pode ser funcional ou fisiológico (sopro inocente), ou patológico em decorrência de defeitos no coração. Cerca de 40%, 50% das crianças saudáveis apresentam sopros inocentes sem nenhuma outra alteração e com desenvolvimento físico absolutamente normal. Continue lendo »

atividade aerobica

Principais problemas cardíacos que merecem atenção ao praticar exercícios

Atividade física ajuda a reduzir risco de infarto, mas quem já tem ou teve alguma doença cardíaca precisa ter cautela.

Hipertensão arterial: para praticar um exercício com segurança, um idoso hipertenso deve tomar corretamente as medicações prescritas por seu médico e fazer controle DIÁRIO da pressão arterial, principalmente antes da prática do exercício e algumas horas após o término. Continue lendo »

images

As causas da incontinência urinária

O que é Incontinência urinária?

Sinônimos: Perda do controle da bexiga; Micção incontrolável; Micção – incontrolável; Incontinência – urinária

A incontinência urinária (ou da bexiga) ocorre quando não é possível ter controle sobre a urina que sai da uretra, canal que leva a urina da bexiga para fora do organismo. Esse problema pode variar de um vazamento de urina ocasional até uma completa incapacidade de reter a urina.

Os três tipos principais de incontinência urinária são:

  • Incontinência de esforço ocorre durante algumas atividades, como tossir, espirrar, rir ou realizar exercícios.
  • Incontinência de urgência – envolve uma necessidade súbita e forte de urinar, seguida de uma contração instantânea da bexiga e a perda involuntária de urina. Não há tempo suficiente para chegar ao banheiro quando você percebe que precisa urinar.
  • Incontinência de sobre fluxo – ocorre quando a bexiga não se esvazia por completo, o que leva ao gotejamento.
  • Incontinência mista – envolve mais de um tipo de incontinência urinária.

Incontinência fecal, um tópico separado, é a incapacidade de controlar a passagem das fezes. Continue lendo »

anemia-ferropriva-e-perniciosa-1-728

Anemia ferropriva

O que é Anemia ferropriva?

Anemia ferropriva é o tipo de anemia decorrente da privação, deficiência, de ferro dentro do organismo levando à uma diminuição da produção, tamanho e teor de hemoglobina dos glóbulos vermelhos, hemácias. O ferro é essencial para a produção dos glóbulos vermelhos e seus níveis baixos no sangue comprometem toda cascata de produção das hemácias. Dentro dos glóbulos vermelhos existe uma proteína chamada hemoglobina que tem na sua estrutura bioquímica a presença de moléculas de ferro e de cobalto (o cobalto está presente na vitamina B12). A hemoglobina é a responsável pelo transporte do oxigênio que respiramos até todas as células do corpo humano. Na diminuição desta (hemoglobina) o transporte de oxigênio fica comprometido e várias consequências danosas serão desencadeadas. Estima-se que 90% das anemias sejam causadas por deficiência de ferro. Continue lendo »

alimentos_antioxidantes

Antioxidantes reduzem o risco de câncer

Toda vez que nós inalamos o oxigênio presente no ar que respiramos, ele faz o seguinte trajeto: penetra pelos nossos pulmões e, através do sangue, chega até o interior de nossas células. O que acontece com esse oxigênio a partir daí? Bem, este oxigênio é utilizado para a respiração celular, isto mesmo, nossas células também “respiram”, seus “pulmões” são chamados de mitocôndrias, e graças à isto nós conseguimos produzir energia e sobreviver na natureza. Por isso, somos chamados de seres aeróbicos e só continuamos vivos pela presença do oxigênio em nossas células.

Porém, após este processo de respiração celular ocorrer, aproximadamente 2% deste oxigênio é transformado em um grupo de substâncias chamado de espécies reativas tóxicas do oxigênio, também conhecidas como radicais livres. Como o próprio nome sugere, elas podem “intoxicar” nossas células? Infelizmente sim, pois estes radicais livres podem atacar as membranas das células e causar um estrago chamado de peroxidação lipídica que eu compararia a “enferrujar” (oxidar) as células, prejudicando o funcionamento delas. Mas, fique calmo, pois como diz o ditado, Deus dá o frio conforme o cobertor.  Continue lendo »

Pericardite

Pericardite aguda: sintomas e tratamento

O pericárdio é uma fina membrana em forma de saco, que envolve o coração e o separa das outras estruturas anatômicas ao seu redor. Pericardite aguda é nome dado à inflamação do pericárdio, que pode ser provocada por diversas situações, incluindo drogas, traumas, infarto, câncer, insuficiência renal e infecções, principalmente as de origem viral.

O sintoma mais comum da pericardite aguda é uma intensa dor no peito, que costuma agravar-se durante a inspiração profunda. Por ser uma inflamação no coração, a dor da pericardite pode ser facilmente confundida com a dor de um infarto do miocárdio, principalmente se ela estiver acometendo um paciente com alto risco cardiovascular.

Neste artigo vamos explicar o que é a pericardite aguda, quais são as suas causas, sintomas, complicações e como é feito o tratamento.

A pericardite é uma das formas de inflamação/infecção do coração. As outras duas são a miocardite e a endocardite, abordadas em artigos à parte, que podem ser acessados através dos seguintes links: Continue lendo »

pneumonia-sintomas-cura-2-53965

Sintomas da pneumonia – Adultos, crianças e idosos

Pneumonia é o termo utilizado pra descrever a ocorrência de infecção em um ou ambos os pulmões. Existem mais de 100 tipos de micróbios que podem provocar um quadro de pneumonia, incluindo bactérias, vírus, fungos e parasitos. A maioria dos casos, porém, é causada por apenas 4 ou 5 tipos de bactérias ou vírus.

Não existe um quadro de sinais e sintomas único que se encaixe em todos os pacientes. Na verdade, os sintomas da pneumonia podem ser muito diferentes de um paciente para o outro, variando de acordo com a idade, com estado clínico prévio do indivíduo e com agente infeccioso. Mesmo aqueles sintomas mais típicos, tais como tosse e febre, podem ter apresentações bem distintas, consoante as características clínicas da pessoa doente. Por exemplo, há casos de pneumonia com febre alta, casos de pneumonia com febre baixa e casos de pneumonia sem febre; a tosse pode ter expectoração clara, esverdeada, amarelada ou sanguinolenta, mas ela também pode não ter secreção alguma ou simplesmente não estar presente. Continue lendo »
EUVALDO

Avaliação da Mobilidade do Idoso

A Mobilidade do paciente idoso é fundamental para a execução das decisões ( independência funcional ). Depende da postura, marcha, capacidade aeróbica e continência esfincteriana.

A instabilidade postural, a incapacidade cognitiva, a imobilidade e a incontinência esfincteriana são causas importantes de declínio funcional.

A instabilidade postural depende das causas ambientais ou extrínsecas que devem ser analisadas “in locum” em todos os pacientes geriátricos e das causas intrínsecas ou inerentes ao paciente, representadas por alterações no equilíbrio e locomoção, no condicionamento físico e nos sistemas fisiológicos principais.

Na avaliação clínica da mobilidade do paciente geriátrico com objetivo de avaliar se existe instabilidade postural é mandatório saber se houve quedas no último ano, caso positivo: quantas? como ocorreram? levantou sozinho? sentiu vertigem quando levantou?. A medida da panturrilha é um dado importante e quando inferior a 31cm é um fator de risco para quedas. Alguns testes são obrigatórios para avaliação da mobilidade dos pacientes geriátricos: teste quantitativo e qualitativo de levantar e andar três metros; teste de Romberg; Nudge teste e o teste de equilíbrio unipodálico. Continue lendo »

insonia-medicamento

Como combater a insônia na 3ª idade para dormir melhor

A insônia no idoso caracterizada pela dificuldade para iniciar o sono ou para continuar dormindo, é comum a partir dos 65 anos, mas pode ser atenuada com medidas simples, uso de chás para insônia, sucos calmantes ou medicamentos.

A insônia causa uma diminuição da capacidade de concentração, atenção e memória e um aumento da sonolência durante o dia, o que favorece o desiquilíbrio e aumenta o risco de quedas, acidentes, ferimentos e fraturas.

Os idosos com insônia, geralmente, ficam dependentes dos remédios para dormir, pois os usam em excesso e, muitas vezes, sem indicação médica, não conseguindo dormir sem eles.  Continue lendo »

saude-da-mulher

Sarcoidose: fatores de risco, causa e sintomas

Sarcoidose, ou Doença de Besnier-Boeck-Schaumann, é uma enfermidade autoimune, que se caracteriza pelo crescimento de nódulos inflamatórios ou pelo acúmulo de células do sistema imunológico (macrófagos) em resposta a algum tipo de agressão sofrida pelo organismo. Conhecidas como granulomas epitelioides não caseosos, essas lesões podem surgir em diversos órgãos do corpo, alterando sua estrutura e funcionamento. Os mais acometidos costumam ser os pulmões (90% dos casos) e os linfonodos (gânglios linfáticos), seguidos pelo fígado, olhos e pele. Com menor frequência, coraçãobaçorins, articulações, músculos esqueléticos e o sistema nervoso central podem ser afetados. Continue lendo »

1236552_3397293228687_1543375595_n

Particularidades da avaliação cardiovascular do idoso

Devemos ficar atentos a algumas particularidades na avaliação cardiovascular do idoso.  A FREQUÊNCIA CARDÍACA ELEVADA, mesmo em ritmo sinusal, traduz na maioria das vezes uma condição patológica.  A PRESSÃO DE PULSO é a diferença entre a pressão sistólica, e a pressão diastólica é um dado muito importante no acompanhamento da população geriátrica e muitas vezes é negligenciado. A pesquisa de HIPOTENSÃO ORTOSTÁTICA é obrigatória. O ITB (INDICE TORNOZELO BRAQUIAL) é obrigatório nos pacientes devido à probabilidade de doença arterial periférica.

Euvaldo Rosa.

Continue lendo »

dieta

Dieta para baixar o colesterol

Mudanças no estilo de vida, incluindo a prática regular de exercícios físicos e uma dieta adequada, são importantes medidas para o controle dos níveis de colesterol. Em muitos casos, com medidas simples é possível reduzir ou até mesmo evitar o uso de medicamentos contra o colesterol.

Qualquer grau de redução no colesterol é bem-vindo, já que a cada 1% de redução dos níveis de LDL no sangue diminui-se em 2% o risco de doenças cardiovasculares.

Neste texto faremos uma simples revisão sobre a dieta mais indicada para o controle do colesterol. Sugerimos antes que leiam o nosso texto sobre colesterol alto, onde explicamos as diferenças entre os tipos de colesterol (HDL, LDL e triglicerídeos) e as opções de tratamento com medicamentos:
COLESTEROL HDL | COLESTEROL LDL | TRIGLICERÍDEOS
ESTATINAS | Remédios para colesterol alto
O QUE SÃO OS TRIGLICERÍDEOS?

É importante salientar que além da dieta também são essenciais o controle do peso corporal e a prática de exercícios físicos regulares.

Quem deve fazer dieta para colesterol?

Uma dieta saudável é indicada para qualquer indivíduo, mesmo aqueles com níveis de colesterol controlados. Entretanto, quanto maior for o valor do colesterol LDL, mais importantes se tornam as mudanças de hábito de vida. Uma dieta voltada para controle do colesterol está indicada para todos aqueles com colesterol LDL acima de 130 mg/dL. No caso de pacientes com antecedentes pessoais de doença coronariana (leia: INFARTO DO MIOCÁRDIO | Causas e prevenção) a dieta deve ser feita de modo a ajudá-lo a manter o LDL abaixo de 100 mg/dL. Continue lendo »

coracao-saudvel

Estatinas e Colesterol

As estatinas são um grupo de substâncias afins, denominadas lipoproteinas, são empregadas em medicina para tratar os altos níveis de Colesterol, LDL-colesterol e VLDL-colesterol no sangue. As lipoproteinas são essenciais ao funcionamento do organismo humano, mas em níveis sangüíneos elevados podem ser prejudiciais.

O colesterol, que já foi considerado o inimigo maior do nosso sistema cardiovascular, é formado principalmente no nosso fígado. Do total de Colesterol do corpo humano, cerca do 60% é formado no fígado e o restante vem da alimentação. O colesterol e seus derivados são importantes para a produção dos hormônios, na formação das membranas celulares, na produção da vitamina D, essencial no metabolismo do cálcio, que por sua vez é importante na formação, conservação e regeneração de ossos. Sem colesterol a vida humana não é possível. Continue lendo »

FEBRE-AMARELA

Sintomas da Febre Amarela

Os sintomas da febre amarela surgem cerca de 3 a 6 dias após a picada de um mosquito Haemagogus Sabethes infectado com o vírus, sendo esta chamada de fase aguda da doença.

Depois da fase aguda, os sintomas podem desaparecer por 1 ou 2 dias, porém rapidamente surgem outros sintomas, mais graves, que podem levar à morte, dando origem à fase tóxica da febre amarela.

Assim, os primeiros sintomas, que caracterizam a fase aguda incluem: Continue lendo »

saude-da-mulher

Púrpura trombocitopênica imunológica

Púrpura trombocitopênica imunológica é uma doença autoimune que se caracteriza pela destruição das plaquetas, células produzidas na medula óssea e ligadas ao processo de coagulação inicial do sangue.

O nome está diretamente relacionado às principais manifestações da enfermidade. Púrpura é uma referência às manchas roxas ou avermelhadas indicativas de sangramentos que aparecem na pele; trombocitopênica, em razão da trombocitopenia, ou seja, do sangramento provocado pela queda no número de plaquetas. Continue lendo »

varizes-com-sucesso

Varizes: Fatores de risco e prevenção

Varizes são veias dilatadas, tortuosas e de calibre aumentado, que podem aparecer em diversas regiões do corpo. O mais comum é ocorrerem nos membros inferiores. Consideradas por muitos apenas um problema estético, na verdade, elas indicam que algo não vai bem na circulação do sangue venoso pelo organismo.

Em sentido contrário ao da lei da gravidade, as veias das pernas são responsáveis por levar o sangue que circulou pelo corpo de volta para o coração e dali para os pulmões, onde se dá a troca de gás carbônico por oxigênio. Para que possam exercer essa função, dentro delas existem pequenas válvulas que regulam o direcionamento do fluxo sanguíneo. Elas abrem para o sangue subir e fecham para impedir que desça, quando a pessoa fica em pé. Continue lendo »

lucas_29378_84265

“É uma outra vida”: Conheça a história de Lucas, que perdeu 53kg com o Dieta e Saúde

Lucas tem 26 anos, é publicitário e mora com seus pais em uma pequena cidade do interior chamada Nhandeara. Os problemas com o peso vieram desde cedo: apelidos, dificuldade para fazer exercícios físicos, lesões e até deixar de praticar o tão amado futebol. “Sempre sofri bullying por causa do meu peso. Não fazia sucesso com as mulheres, tinha dificuldades para ajudar meu pai na fazenda e, depois de um tempo, tive até que parar de jogar bola e andar a cavalo. Devido ao excesso de peso, tive duas torções no joelho enquanto jogava futebol.” Continue lendo »

mulher otimista

Otimismo pode fazer mulheres viverem mais, diz estudo

Mais do que ajudar a ver as situações pelo lado positivo, o otimismo pode ajudar as mulheres a viverem mais. Pelo menos foi o que descobriu um estudo da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, publicado no American Journal of Epidemiology.

A pesquisa acompanhou 70 mil mulheres entre 2004 e 2012, realizando o monitoramento da saúde das participantes a cada dois anos. Além disso, também foi analisado o nível de otimismo delas, associado a outros fatores que alteram o risco de mortalidade, como etnia, hipertensão, hábitos alimentares e exercícios. Continue lendo »

vacina-contra-febre-amarela-injecao-739x311

Vacina da febre amarela: orientações necessárias

Todos têm acompanhado as notícias sobre este surto de febre amarela que, segundo as últimas estatísticas brasileiras, apresenta o maior número de casos dos últimos 30 anos.

Há uma vacina e as filas já começaram. Em várias regiões do Brasil há pessoas dormindo em barracas ou em cadeiras para garantir sua senha da vacina e já houve quem vendeu a própria senha para ganhar um dinheiro a mais.

Por isso, alguns esclarecimentos sobre a vacina da febre amarela são importantes e se fazem necessários neste momento em que todos ainda tem dúvidas sobre quem pode, quem deve e quem não pode nem deve receber a vacina.  Continue lendo »

duvida

Caxumba e meningite: conheça as diferenças entre os sintomas

caxumba raramente pode resultar em complicações mais graves e não tem tratamento específico, apenas repouso e espera. A melhor forma de prevenir é através da vacina. Já a meningite deve ser tratada com extremo cuidado, pois pode levar até a morte. A confusão dos sintomas pode fazer com que o diagnóstico médico não seja feito rápido o suficiente, gerando consequências para o paciente. Assim, conheça mais sobre as doenças e, ao menor sinal ou sintoma de qualquer uma das duas, procure um especialista: Continue lendo »

enxaqueca-tipos-300x200

4 dicas para lidar com a enxaqueca

enxaqueca, um tipo de cefaleia (popularmente conhecida como “dor de cabeça”), atinge cerca de 30 milhões de brasileiros, sendo que 75% são mulheres. Não à toa, é um dos temas mais pesquisados no nosso site.

Dor, abuso de analgésicos e idas constantes ao pronto-socorro fazem parte da rotina de quem sofre de enxaqueca e não consegue tratamento adequado. Você sabia que, no Brasil, apenas 56% dos pacientes procuram atendimento, e desses, só 16% se consultam com especialistas em cefaleias? Continue lendo »

ansiedade1

Como vencer a ansiedade

Para vencer a ansiedade é preciso respirar fundo pelo menos 10 vezes com os olhos fechados quando se começa a sentir o coração a acelerar e a respiração a ficar difícil.

Outra técnica boa para vencer a ansiedade é realizar exercícios físicos de baixa intensidade, como yôga, Pilates e caminhada, por exemplo porque este tipo de exercício libera endorfinas, que são hormônios que ajudam a diminuir a ansiedade e a aumentar o bem-estar. Continue lendo »

cancer-prostata-novembro-azul

Câncer de Próstata

câncer de próstata é a neoplasia maligna mais prevalente entre os homens. O advento do PSA possibilitou fazer diagnósticos precoces da doença, antes detectada apenas em fases avançadas.

O PSA é um exame que permite avaliar, na corrente sanguínea, a concentração do antígeno prostático específico, proteína liberada em quantidades elevadas nos processos benignos e malignos.

Leia também: Prevenção do câncer de próstata

A determinação anual dos valores do PSA a partir dos 50 anos, no entanto, tem sido questionada como método de “screening” populacional. Os argumentos são fortes: Continue lendo »

Higiene-do-sono-500x334

Higiene do sono

Prevenir é a palavra de ordem da medicina atual. A maioria dos adolescentes têm um sono tão bom que nos faz crer que para dormir basta atirar-se a qualquer hora em qualquer sofá. Após os 35 anos, porém, o sono vai se tornando frágil e passa a exigir mais cuidados.

As regras de higiene do sono são para ajudar você a obter o máximo benefício de suas horas de sono. Infelizmente elas não funcionam para todos, principalmente para quem está nos extremos de idade ou sofrendo de distúrbio do sono ou problema de saúde. Se elas não funcionarem para você, procure as páginas sobre insônia e sonolência, veja se tem distúrbio do sono e faça os testes para tentar chegar ao seu diagnóstico. Anote tudo sobre seu sono em um diário do sono e converse com seu médico. Continue lendo »

stress

Entenda como o estresse favorece o infarto

Com a correria do dia a dia ficou cada vez mais difícil se manter distante de situações estressantes. Estresse é fator de risco para muitas doenças, e entre as mais graves estão as cardiovasculares, como o infarto.

Situações estressantes aumentam a produção de adrenalina e corticoides. Esses hormônios, se produzidos em excesso, podem acarretar arritmias, aumentar a pressão arterial e o risco de trombose, além de dificultar a coagulação sanguínea.

Veja também: 15% dos infartos ocorrem em picos de estresse

O estresse também eleva a produção de glóbulos brancos, responsáveis pelo sistema imunológico. Até poderíamos pensar que isso é uma consequência boa, pois nossas defesas seriam intensificadas. Porém essas células podem se acumular nas paredes das artérias, reduzindo o fluxo sanguíneo e contribuindo para o entupimento dos vasos. Continue lendo »

rins1

Cuide bem dos seus rins

Um em cada dez brasileiros tem problema nos rins. A doença renal crônica (DRC) é definida pela alteração dos rins e das vias urinárias por mais de três meses. A falta de cuidado pode levar à insuficiência do funcionamento dos rins que, quando grave, pode requerer diálise ou transplante. Continue lendo »

febre amarela

Febre Amarela

Febre amarela é uma doença infecciosa causada por um tipo de vírus chamado flavivírus, cujo reservatório natural são os primatas não-humanos que habitam as florestas tropicais.

Existem dois tipos de febre amarela: a silvestre, transmitida pela picada do mosquito Haemagogus , e a urbana transmitida pela picada do Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue e que foi reintroduzido no Brasil na década de 1970. Embora os vetores sejam diferentes, o vírus e a evolução da doença são absolutamente iguais. Continue lendo »

tristeza-depressao1

Diferenças entre tristeza e depressão

Tristeza e depressão são iguais? Não. Tristeza é um sentimento, afeto. A tristeza diante de uma perda significativa – que tanto pode ser de alguém amado quanto de natureza ideal – pode sinalizar que estamos em trabalho de luto. O luto é saudável, normal e permite que possamos, ao final do mesmo, realizar novos investimentos e projetos de vida. Em nossa época há pouca tolerância à dor do próximo, bem como poucas balizas para o trabalho de luto. Há cada vez menos ritos fúnebres, por exemplo, o que dificulta que o sujeito enlutado possa avançar na necessária elaboração a que é convocado quando submetido a uma perda significativa. A ausência deste importante trabalho de elaboração pode confinar alguém em um estado depressivo que deve ser diferenciado da Depressão, que requer tratamento específico. Continue lendo »

diabetes (1)

Diabetes aumenta risco de infarto em até 4 vezes

Caracterizado pela deficiência na absorção de glicose pelo organismo, o diabetes multiplica por 2 a até 4 vezes o risco de ocorrência de infarto, quando se compara com um indivíduo que não possui a doença. Isso acontece porque a glicose excedente permanece nos vasos sanguíneos, levando a danos ao tecido e à formação de placas de gordura que podem causar sua obstrução. Continue lendo »

idosos2

6 qualidades necessárias para cuidadores de idosos

SIMPATIA
Uma das melhores qualidades que um(a) cuidador(a) pode ter é simpatia por aquelas pessoas idosas que estão sendo cuidadas. Bons cuidadores(as) entendem que o idoso pode se sentir vulnerável, assustado, confuso e desconfortável, e ser capaz de identificar e acabar com estes medos, demonstrando uma sensação de calma e confiança para aquelas pessoas idosas que estão sendo cuidadas.

PACIÊNCIA
As pessoas idosas que recebem cuidados normalmente não têm a capacidade de ser totalmente independente e auto-suficiente, o que pode levar à frustração e a raiva. O(a) cuidador(a) deve ser capaz de separar a raiva e o ressentimento do idoso e não levar sua frustração para o lado pessoal.

EXPECTATIVA REALISTA
Pessoas idosas dependentes muitas vezes demoram mais tempo do que o normal para completar tarefas ou rotinas simples. Compreender as limitações de quem você cuida pode ajudar a reduzir a tensão no ambiente. Os(as) cuidadores(as)bem treinados(as) para reconhecer e incentivar a auto-suficiência e a independência, enquanto continuam a oferecer cuidado e atenção. Ter expectativas realistas sobre o que um idoso sob seus cuidados é capaz de fazer, pode ajudar você a fornecer um atendimento individualizado e adequado. Continue lendo »

dengue zika

Dengue, Zika Vírus e Chikungunya: Saiba diferenciar os sintomas

Apesar dos sintomas da dengue, Zika vírus e febre Chikungunya serem semelhantes existem algumas diferenças entre eles que ajudam a identificar estas doenças.

Embora as três doenças sejam causadas pela picada do mosquito Aedes Aegypt, o vírus de cada uma delas é diferente e é por isso que elas se manifestam de formas diferentes e possuem duração e complicações diferentes.

Veja quais são os sintomas específicos de cada doença: Continue lendo »

obesidade (1)

Obesidade abdominal e síndrome metabólica

O acúmulo de gordura na região abdominal leva a um aumento de risco de doença cardiovascular e morte prematura. As principais alterações metabólicas associadas com obesidade abdominal são as dislipidemias – presença de níveis elevados de lipídios: moléculas gordurosas – e a resistência à insulina, elevando os níveis de açúcar no sangue. Continue lendo »

coracao-auriculoventricular-espanha-20110708-size-598

Síndrome do coração partido

Esta síndrome é de ocorrência muito rara, e acomete principalmente as mulheres de meia idade. Tanto pelo grupo de pessoas mais acometidas, como pelo seu nome, poderia haver a sugestão de que se trate de um envolvimento mais relacionado a coisas emocionais do que a uma doença orgânica do coração.

A doença foi pela primeira vez relatada no Japão; atualmente, já existem relatos de casos semelhantes nos Estados Unidos e mesmo no Brasil. De momento, o total de casos relatados na literatura médica não passa de 200. Provavelmente, existem mais casos de pessoas acometidas, mas que não foram diagnosticados por ser uma síndrome desconhecida. Continue lendo »

Fisioterapia-domiciliar-aplicada-ao-Idoso

A fisioterapia na Doença de Parkinson

A fisioterapia é uma ciência que estuda, previne e trata os distúrbios relacionados ao movimento, sendo de fundamental importância na reabilitação de pacientes com doença de Parkinson.

A doença de Parkinson é uma doença neurológica crônica degenerativa e progressiva, caracterizada principalmente pelo distúrbio motor de uma maneira mais ampla, entretanto, apresenta alguns sinais considerados importantes para o diagnóstico: são estes: lentificação, o tremor de repouso, a rigidez muscular e a instabilidade postural. Além desses sinais, muitas vezes o paciente evolui com outras complicações motoras e pulmonares, tais como: queixa de dor, principalmente na coluna, alterações posturais, fraqueza muscular, diminuição da mobilidade global, alteração de marcha, alto risco de queda, além de complicações respiratórias, entre outras. Continue lendo »

perda de musculo

Perda de músculos depois dos 50 anos

Você já ouviu falar em sarcopenia? O termo vem do grego: sarx quer dizer músculo e penia, perda. Resumindo, sarcopenia é o processo natural e progressivo de perda de massa muscular (músculos), característico do envelhecimento.

Segundo João Toniolo, médico geriatra e diretor do Núcleo de Estudos Clínicos em Sarcopenia, é muito comum os pacientes chegarem a seu consultório e relatarem ter o mesmo peso desde a juventude. Entretanto, quando o médico faz o teste de composição corporal, percebe que mais de 80% do peso é composto de gordura, ou seja, a pessoa manteve o peso, mas perdeu músculos e ganhou gordura.
“A sarcopenia atinge 40% da população acima de 65 anos e 60% dos indivíduos com mais de 80 anos. Fala-se muito de osteoporose, que é a diminuição progressiva da densidade óssea, de infarto, AVC e perda de memória, mas bem pouco da perda de músculos”, esclarece. Continue lendo »

Dor de cabeça

Dor de cabeça, ou cefaleia, é uma condição frequente, de intensidade variável e características distintas. Ela pode ser classificada, segundo suas causas determinantes, em cefaleias primárias e cefaleias secundárias. Ao primeiro grupo pertencem as dores de cabeça que indicam, ao mesmo tempo, a enfermidade e o sintoma. Ao segundo, aquelas que estão correlacionadas com outras doenças. Por exemplo: infecções bacterianas e virais (sinusite, meningite, encefalite, gripes e resfriados, entre outras) fibromialgia, aneurismas, tumores cerebrais, avc, hipóxia cerebral, lesões cranianas, distúrbios oftalmológicos e do ouvido, etc. Há casos, porém, em que não é possível definir a causa da dor de cabeça.

Dores de cabeça podem ocorrer em pessoas de todas as idades, desde o nascimento até a velhice. Essa queixa também comum na infância pode estar relacionada com um distúrbio físico, emocional ou psicológico, ou ainda ser efeito colateral de algum medicamento. Continue lendo »

varizes-com-sucesso

Varize

Varizes são veias dilatadas e deformadas, de coloração púrpuro-azulada, que surgem ao longo das pernas e podem causar dor e inchaço. Sua ocorrência é mais comum em pessoas que necessitam ficar em pé por longos períodos.

As veias das pernas, que reconduzem o sangue ao coração após ter irrigado os membros inferiores, possuem válvulas cuja finalidade é impedir o retorno do sangue aos pés pela ação da gravidade. Às vezes, essas válvulas não funcionam com eficiência e o sangue empoça nas veias provocando deformação, inchaço e alterações na sensibilidade da pele.

Nas mulheres, durante a menstruação e na gravidez, principalmente, os sintomas tendem a piorar. Continue lendo »

Deficiencia-de-vitamina-B12

Deficiência de vitamina B12

Deficiência de vitamina B12 é causa de anemia acompanhada ou não por dificuldade para andar e parestesias ou formigamentos de distribuição simétrica, principalmente nas pernas, pés e mãos.

Pode haver ainda palidez, inchaço, hiperpigmentação da pele, icterícia e fraqueza muscular. Inflamações na língua, má absorção de nutrientes, infertilidade e tromboses são menos frequentes.

A vitamina B12 é essencial para a formação, integridade e maturação das hemácias. Em sua ausência, elas aumentam de volume e o tamanho do núcleo fica desproporcional ao do citoplasma. Na medula óssea — local em que são produzidas — o número de células chega a aumentar tanto que o aspecto simula o das leucemias. Continue lendo »