ansiedade1

Como vencer a ansiedade

Para vencer a ansiedade é preciso respirar fundo pelo menos 10 vezes com os olhos fechados quando se começa a sentir o coração a acelerar e a respiração a ficar difícil.

Outra técnica boa para vencer a ansiedade é realizar exercícios físicos de baixa intensidade, como yôga, Pilates e caminhada, por exemplo porque este tipo de exercício libera endorfinas, que são hormônios que ajudam a diminuir a ansiedade e a aumentar o bem-estar. Continue lendo »

cancer-prostata-novembro-azul

Câncer de Próstata

câncer de próstata é a neoplasia maligna mais prevalente entre os homens. O advento do PSA possibilitou fazer diagnósticos precoces da doença, antes detectada apenas em fases avançadas.

O PSA é um exame que permite avaliar, na corrente sanguínea, a concentração do antígeno prostático específico, proteína liberada em quantidades elevadas nos processos benignos e malignos.

Leia também: Prevenção do câncer de próstata

A determinação anual dos valores do PSA a partir dos 50 anos, no entanto, tem sido questionada como método de “screening” populacional. Os argumentos são fortes: Continue lendo »

Higiene-do-sono-500x334

Higiene do sono

Prevenir é a palavra de ordem da medicina atual. A maioria dos adolescentes têm um sono tão bom que nos faz crer que para dormir basta atirar-se a qualquer hora em qualquer sofá. Após os 35 anos, porém, o sono vai se tornando frágil e passa a exigir mais cuidados.

As regras de higiene do sono são para ajudar você a obter o máximo benefício de suas horas de sono. Infelizmente elas não funcionam para todos, principalmente para quem está nos extremos de idade ou sofrendo de distúrbio do sono ou problema de saúde. Se elas não funcionarem para você, procure as páginas sobre insônia e sonolência, veja se tem distúrbio do sono e faça os testes para tentar chegar ao seu diagnóstico. Anote tudo sobre seu sono em um diário do sono e converse com seu médico. Continue lendo »

stress

Entenda como o estresse favorece o infarto

Com a correria do dia a dia ficou cada vez mais difícil se manter distante de situações estressantes. Estresse é fator de risco para muitas doenças, e entre as mais graves estão as cardiovasculares, como o infarto.

Situações estressantes aumentam a produção de adrenalina e corticoides. Esses hormônios, se produzidos em excesso, podem acarretar arritmias, aumentar a pressão arterial e o risco de trombose, além de dificultar a coagulação sanguínea.

Veja também: 15% dos infartos ocorrem em picos de estresse

O estresse também eleva a produção de glóbulos brancos, responsáveis pelo sistema imunológico. Até poderíamos pensar que isso é uma consequência boa, pois nossas defesas seriam intensificadas. Porém essas células podem se acumular nas paredes das artérias, reduzindo o fluxo sanguíneo e contribuindo para o entupimento dos vasos. Continue lendo »

rins1

Cuide bem dos seus rins

Um em cada dez brasileiros tem problema nos rins. A doença renal crônica (DRC) é definida pela alteração dos rins e das vias urinárias por mais de três meses. A falta de cuidado pode levar à insuficiência do funcionamento dos rins que, quando grave, pode requerer diálise ou transplante. Continue lendo »

febre amarela

Febre Amarela

Febre amarela é uma doença infecciosa causada por um tipo de vírus chamado flavivírus, cujo reservatório natural são os primatas não-humanos que habitam as florestas tropicais.

Existem dois tipos de febre amarela: a silvestre, transmitida pela picada do mosquito Haemagogus , e a urbana transmitida pela picada do Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue e que foi reintroduzido no Brasil na década de 1970. Embora os vetores sejam diferentes, o vírus e a evolução da doença são absolutamente iguais. Continue lendo »

tristeza-depressao1

Diferenças entre tristeza e depressão

Tristeza e depressão são iguais? Não. Tristeza é um sentimento, afeto. A tristeza diante de uma perda significativa – que tanto pode ser de alguém amado quanto de natureza ideal – pode sinalizar que estamos em trabalho de luto. O luto é saudável, normal e permite que possamos, ao final do mesmo, realizar novos investimentos e projetos de vida. Em nossa época há pouca tolerância à dor do próximo, bem como poucas balizas para o trabalho de luto. Há cada vez menos ritos fúnebres, por exemplo, o que dificulta que o sujeito enlutado possa avançar na necessária elaboração a que é convocado quando submetido a uma perda significativa. A ausência deste importante trabalho de elaboração pode confinar alguém em um estado depressivo que deve ser diferenciado da Depressão, que requer tratamento específico. Continue lendo »

diabetes (1)

Diabetes aumenta risco de infarto em até 4 vezes

Caracterizado pela deficiência na absorção de glicose pelo organismo, o diabetes multiplica por 2 a até 4 vezes o risco de ocorrência de infarto, quando se compara com um indivíduo que não possui a doença. Isso acontece porque a glicose excedente permanece nos vasos sanguíneos, levando a danos ao tecido e à formação de placas de gordura que podem causar sua obstrução. Continue lendo »

idosos2

6 qualidades necessárias para cuidadores de idosos

SIMPATIA
Uma das melhores qualidades que um(a) cuidador(a) pode ter é simpatia por aquelas pessoas idosas que estão sendo cuidadas. Bons cuidadores(as) entendem que o idoso pode se sentir vulnerável, assustado, confuso e desconfortável, e ser capaz de identificar e acabar com estes medos, demonstrando uma sensação de calma e confiança para aquelas pessoas idosas que estão sendo cuidadas.

PACIÊNCIA
As pessoas idosas que recebem cuidados normalmente não têm a capacidade de ser totalmente independente e auto-suficiente, o que pode levar à frustração e a raiva. O(a) cuidador(a) deve ser capaz de separar a raiva e o ressentimento do idoso e não levar sua frustração para o lado pessoal.

EXPECTATIVA REALISTA
Pessoas idosas dependentes muitas vezes demoram mais tempo do que o normal para completar tarefas ou rotinas simples. Compreender as limitações de quem você cuida pode ajudar a reduzir a tensão no ambiente. Os(as) cuidadores(as)bem treinados(as) para reconhecer e incentivar a auto-suficiência e a independência, enquanto continuam a oferecer cuidado e atenção. Ter expectativas realistas sobre o que um idoso sob seus cuidados é capaz de fazer, pode ajudar você a fornecer um atendimento individualizado e adequado. Continue lendo »

dengue zika

Dengue, Zika Vírus e Chikungunya: Saiba diferenciar os sintomas

Apesar dos sintomas da dengue, Zika vírus e febre Chikungunya serem semelhantes existem algumas diferenças entre eles que ajudam a identificar estas doenças.

Embora as três doenças sejam causadas pela picada do mosquito Aedes Aegypt, o vírus de cada uma delas é diferente e é por isso que elas se manifestam de formas diferentes e possuem duração e complicações diferentes.

Veja quais são os sintomas específicos de cada doença: Continue lendo »

obesidade (1)

Obesidade abdominal e síndrome metabólica

O acúmulo de gordura na região abdominal leva a um aumento de risco de doença cardiovascular e morte prematura. As principais alterações metabólicas associadas com obesidade abdominal são as dislipidemias – presença de níveis elevados de lipídios: moléculas gordurosas – e a resistência à insulina, elevando os níveis de açúcar no sangue. Continue lendo »

coracao-auriculoventricular-espanha-20110708-size-598

Síndrome do coração partido

Esta síndrome é de ocorrência muito rara, e acomete principalmente as mulheres de meia idade. Tanto pelo grupo de pessoas mais acometidas, como pelo seu nome, poderia haver a sugestão de que se trate de um envolvimento mais relacionado a coisas emocionais do que a uma doença orgânica do coração.

A doença foi pela primeira vez relatada no Japão; atualmente, já existem relatos de casos semelhantes nos Estados Unidos e mesmo no Brasil. De momento, o total de casos relatados na literatura médica não passa de 200. Provavelmente, existem mais casos de pessoas acometidas, mas que não foram diagnosticados por ser uma síndrome desconhecida. Continue lendo »

Fisioterapia-domiciliar-aplicada-ao-Idoso

A fisioterapia na Doença de Parkinson

A fisioterapia é uma ciência que estuda, previne e trata os distúrbios relacionados ao movimento, sendo de fundamental importância na reabilitação de pacientes com doença de Parkinson.

A doença de Parkinson é uma doença neurológica crônica degenerativa e progressiva, caracterizada principalmente pelo distúrbio motor de uma maneira mais ampla, entretanto, apresenta alguns sinais considerados importantes para o diagnóstico: são estes: lentificação, o tremor de repouso, a rigidez muscular e a instabilidade postural. Além desses sinais, muitas vezes o paciente evolui com outras complicações motoras e pulmonares, tais como: queixa de dor, principalmente na coluna, alterações posturais, fraqueza muscular, diminuição da mobilidade global, alteração de marcha, alto risco de queda, além de complicações respiratórias, entre outras. Continue lendo »

perda de musculo

Perda de músculos depois dos 50 anos

Você já ouviu falar em sarcopenia? O termo vem do grego: sarx quer dizer músculo e penia, perda. Resumindo, sarcopenia é o processo natural e progressivo de perda de massa muscular (músculos), característico do envelhecimento.

Segundo João Toniolo, médico geriatra e diretor do Núcleo de Estudos Clínicos em Sarcopenia, é muito comum os pacientes chegarem a seu consultório e relatarem ter o mesmo peso desde a juventude. Entretanto, quando o médico faz o teste de composição corporal, percebe que mais de 80% do peso é composto de gordura, ou seja, a pessoa manteve o peso, mas perdeu músculos e ganhou gordura.
“A sarcopenia atinge 40% da população acima de 65 anos e 60% dos indivíduos com mais de 80 anos. Fala-se muito de osteoporose, que é a diminuição progressiva da densidade óssea, de infarto, AVC e perda de memória, mas bem pouco da perda de músculos”, esclarece. Continue lendo »

Dor de cabeça

Dor de cabeça, ou cefaleia, é uma condição frequente, de intensidade variável e características distintas. Ela pode ser classificada, segundo suas causas determinantes, em cefaleias primárias e cefaleias secundárias. Ao primeiro grupo pertencem as dores de cabeça que indicam, ao mesmo tempo, a enfermidade e o sintoma. Ao segundo, aquelas que estão correlacionadas com outras doenças. Por exemplo: infecções bacterianas e virais (sinusite, meningite, encefalite, gripes e resfriados, entre outras) fibromialgia, aneurismas, tumores cerebrais, avc, hipóxia cerebral, lesões cranianas, distúrbios oftalmológicos e do ouvido, etc. Há casos, porém, em que não é possível definir a causa da dor de cabeça.

Dores de cabeça podem ocorrer em pessoas de todas as idades, desde o nascimento até a velhice. Essa queixa também comum na infância pode estar relacionada com um distúrbio físico, emocional ou psicológico, ou ainda ser efeito colateral de algum medicamento. Continue lendo »

varizes-com-sucesso

Varize

Varizes são veias dilatadas e deformadas, de coloração púrpuro-azulada, que surgem ao longo das pernas e podem causar dor e inchaço. Sua ocorrência é mais comum em pessoas que necessitam ficar em pé por longos períodos.

As veias das pernas, que reconduzem o sangue ao coração após ter irrigado os membros inferiores, possuem válvulas cuja finalidade é impedir o retorno do sangue aos pés pela ação da gravidade. Às vezes, essas válvulas não funcionam com eficiência e o sangue empoça nas veias provocando deformação, inchaço e alterações na sensibilidade da pele.

Nas mulheres, durante a menstruação e na gravidez, principalmente, os sintomas tendem a piorar. Continue lendo »

Deficiencia-de-vitamina-B12

Deficiência de vitamina B12

Deficiência de vitamina B12 é causa de anemia acompanhada ou não por dificuldade para andar e parestesias ou formigamentos de distribuição simétrica, principalmente nas pernas, pés e mãos.

Pode haver ainda palidez, inchaço, hiperpigmentação da pele, icterícia e fraqueza muscular. Inflamações na língua, má absorção de nutrientes, infertilidade e tromboses são menos frequentes.

A vitamina B12 é essencial para a formação, integridade e maturação das hemácias. Em sua ausência, elas aumentam de volume e o tamanho do núcleo fica desproporcional ao do citoplasma. Na medula óssea — local em que são produzidas — o número de células chega a aumentar tanto que o aspecto simula o das leucemias. Continue lendo »

como-aliviar-gastrite-nervosa-22858

Sintomas de gastrite

Gastrite é o nome dado à inflamação da mucosa gástrica, camada de tecido que reveste a parede do estômago, protegendo-o contra a excessiva acidez. A gastrite pode ser aguda, quando a inflamação surge subitamente, ou crônica, quando a inflamação vai se estabelecendo lentamente, podendo a mucosa permanecer inflamada por meses ou até anos. Continue lendo »

plano-de-saude-ainda-e-luxo-n823735

Sintomas da úlcera no estômago

Chamamos de úlcera péptica as lesões que surgem na camada mais superficial da mucosa que reveste o estômago ou o duodeno (primeira porção do intestino delgado). Quando a úlcera surge no estômago, ela é denominada úlcera gástrica; quando surge no duodeno, ela é chamada úlcera duodenal.

Como se sabe, o estômago produz ácido clorídrico, uma substância que ajuda no processo de digestão dos alimentos. Habitualmente, o interior do nosso estômago possui um pH ácido ao redor de 4 a 5. Porém, quando comemos, a produção de ácido clorídrico eleva-se, e o pH do estômago pode cair para 1 ou 2, tornando-se um meio extremamente ácido e hostil a qualquer elemento orgânico. Continue lendo »

trigliceridis

Veja 5 dicas para diminuir os triglicérides

Provenientes dos carboidratos e das gorduras, os triglicérides são um tipo de gordura com menos estudos que o colesterol, mas é sabido que também podem provocar doenças sérias, como as coronarianas. Assim como o colesterol, eles se acumulam nas artérias, podendo causar entupimento. E atenção: quem tem índice alto de triglicérides não necessariamente apresenta excesso de peso ou os famosos pneuzinhos.

Mesmo pessoas magras e em forma podem ter triglicérides acima do recomendado. Por isso, acompanhe seus índices através dos exames de sangue. Para que o seu nível seja considerado perigoso, vários fatores devem ser analisados, como seu histórico de doenças, seus níveis basais e até detalhes mínimos,  como o laboratório em que foi feito o exame e se a coleta foi feita em pé ou sentado, por exemplo. Continue lendo »

avc

90% dos casos de AVC podem ser evitados com prevenção

O  AVC (Acidente Vascular Cerebral) é atualmente a principal causa de morte no Brasil e a principal causa de sequelas incapacitantes em adultos no mundo todo, mas 90% dos casos podem ser evitados apenas com prevenção. Esse quadro pode ser revertido com conhecimento básico por parte da população sobre o que é a doença, como caracterizá-la, seus riscos, como preveni-la ou tratá-la é fundamental para reduzir a mortalidade em função do problema. Continue lendo »

estresse

Entenda como o estresse favorece o infarto

Com a correria do dia a dia ficou cada vez mais difícil se manter distante de situações estressantes. Estresse é fator de risco para muitas doenças, e entre as mais graves estão as cardiovasculares, como o infarto.

Situações estressantes aumentam a produção de adrenalina e corticoides. Esses hormônios, se produzidos em excesso, podem acarretar arritmias, aumentar a pressão arterial e o risco de trombose, além de dificultar a coagulação sanguínea.

O estresse também eleva a produção de glóbulos brancos, responsáveis pelo sistema imunológico. Até poderíamos pensar que isso é uma consequência boa, pois nossas defesas seriam intensificadas. Porém essas células podem se acumular nas paredes das artérias, reduzindo o fluxo sanguíneo e contribuindo para o entupimento dos vasos. Continue lendo »

quedas em idosos

Quedas: Uma questão de prevenção

É normal cair? “Ele é idoso, tropeçou, acontece…” Quando devemos nos preocupar? As quedas matam. Acidentes já se tornaram a sexta principal causa de morte em idosos e grande parte dos acidentes são caracterizados por quedas. Além disso, o custo no cenário da saúde pública é imenso, especialmente quando após a queda o idoso perde sua autonomia e torna-se dependente. A cada ano, aproximadamente 30 a 40% dos idosos caem pelo menos uma vez, e as consequências negativas extrapolam o aspecto físico, sendo também psíquicas e sociais. Continue lendo »

idoso ativo

Como o idoso pode manter a capacidade de realizar as atividades do dia a dia?

É bem verdade que o envelhecimento traz consigo uma série de dificuldades. Mesmo assim, é possível viver uma velhice diferente, onde a autonomia e a independência possam estar preservadas.

O ato de postergar a vida não nos preparou para enfrentar as mazelas impostas pelo processo de envelhecimento. As alterações físicas, psíquicas e emocionais a que estamos sujeitos ao envelhecer acabam por limitar a nossa capacidade de executar, desde as mais elaboradas até as pequenas e simples tarefas do nosso cotidiano. Portanto, precisamos encarar o envelhecimento não como algo a ser evitado, mas como um processo a ser planejado com bastante critério. Continue lendo »

CONTROLE DO COLESTEROL

Controle do colesterol reduz riscos de infarto

O aumento do nível de mau colesterol (LDL) no sangue é uma das principais causas de infarto, já que a gordura em excesso no fígado e nos tecidos acelera o processo de “entupimento” das artérias.

Veja também: Dossiê óleos: benefícios e malefícios dos 7 produtos mais usados
Veja também: Por que frituras fazem mal ao coração?

Para reduzir esse risco – que é maior ainda em fumantes, sedentários, hipertensos e pessoas com mais de 50 anos de idade –, é preciso se atentar para alguns hábitos do dia a dia. Continue lendo »

FIBROMIALGIA - SITE

Fibromialgia: diagnóstico não pode ser feito com exames e tratamento é individualizado

Considerada a segunda doença mais frequente na reumatologia, a fibromialgia está presente em cerca de 2% a 8% da população. Pode surgir em qualquer idade e ocorre em diferentes países, culturas e grupos étnicos. Não existem dados sugerindo que seja mais comum em países e culturas mais industrializadas. Continue lendo »

colesterol-e1407082563276

Controle do colesterol reduz riscos de infarto

O aumento do nível de mau colesterol (LDL) no sangue é uma das principais causas de infarto, já que a gordura em excesso no fígado e nos tecidos acelera o processo de “entupimento” das artérias.

Para reduzir esse risco – que é maior ainda em fumantes, sedentários, hipertensos e pessoas com mais de 50 anos de idade –, é preciso se atentar para alguns hábitos do dia a dia. Continue lendo »

enxaqueca-517x336

Tratamento da enxaqueca

A enxaqueca é uma condição cerebral crônica caracterizada por crises de dor de cabeça pulsátil, de média ou forte intensidade, eventualmente associada a náuseas, vômitos, fotofobia e intolerância aos ruídos (fonofobia).

Em cerca de um terço dos casos, as crises são acompanhadas por sintomas neurológicos, geralmente visuais, conhecidos como auras.

O distúrbio ocorre em pessoas geneticamente suscetíveis. A Organização Mundial da Saúde calcula que no mundo existam 324 milhões habitantes nessas condições. Continue lendo »

psoriase

Psoríase não é contagiosa

psoríase é uma doença dermatológica séria e carregada de estigmas. Não bastassem as lesões avermelhadas que muitas vezes ficam expostas em locais visíveis como joelhos, cotovelos, mãos e pés, pacientes têm de lidar desde cedo com o preconceito.

A data 29/10, institucionalizada como o Dia Mundial da Psoríase, serve para conscientizar a população, ressaltando principalmente que a doença não é contagiosa. São dois milhões de brasileiros que convivem com a enfermidade e que não precisam sofrer restrições quanto a toque, beijos, abraços e compartilhamento de objetos. Continue lendo »

cancer-prostata-novembro-azul

Saiba quais são os 6 exames que avaliam a Próstata

Os exames de próstata mais comuns para detectar alterações, como inflamação ou câncer por exemplo, são o exame de sangue do PSA e o de toque retal, feito pelo urologista ou proctologista, que palpa a próstata para saber o seu tamanho e verificar se está aumentada.

Estes exames normalmente devem ser realizados 1 vez por ano a partir dos 50 anos de idade, mas quando há histórico familiar de câncer de próstata, a prevenção deve ser feita a partir dos 45 anos. Além disso, quando o paciente já teve câncer da próstata ou diagnóstico de hiperplasia benigna prostática, o exame deve ser feito anualmente, independente da idade.

Veja a seguir os exames mais utilizados para identificar problemas nesta glândula. Continue lendo »

estresse

Entenda como o estresse favorece o infarto

Com a correria do dia a dia ficou cada vez mais difícil se manter distante de situações estressantes. Estresse é fator de risco para muitas doenças, e entre as mais graves estão as cardiovasculares, como o infarto.

Situações estressantes aumentam a produção de adrenalina e corticoides. Esses hormônios, se produzidos em excesso, podem acarretar arritmias, aumentar a pressão arterial e o risco de trombose, além de dificultar a coagulação sanguínea. Continue lendo »

SONY DSC

Existe relação entre diabetes, obesidade e depressão?

depressão é, sem dúvida alguma, um dos males do século XXI. Somente nas últimas décadas foi documentado um aumento expressivo na quantidade de pessoas acometidas por ela. Para termos uma ideia, no Brasil estima-se por pesquisas que 10% da população já apresentou algum episódio depressivo maior em um período de um ano.

obesidade, por sua vez, também é considerada um dos males deste século. A projeção mais otimista indica que em 2025 cerca de 20% da população brasileira apresentará obesidade. O diabetes não fica atrás, segundos as estimativas do Ministério da Saúde, 6,2% da população adulta brasileira é portadora da doença. Continue lendo »

banner-site-interno

Novembro Azul conscientiza sobre câncer de próstata

Estudo realizado este ano pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU)1 apontou que 51% dos homens nunca consultaram um urologista. Doença mais prevalente nos homens, o câncer de próstata tem estimativa de 69 mil novos casos2 ao ano, ou seja, 7,8 novos casos a cada hora. A doença não tem prevenção, no entanto, seu diagnóstico precoce é essencial para o tratamento curativo. Hoje em dia, é possível até mesmo não retirar o tumor, quando ele é classificado de baixo risco, apenas acompanhar sua evolução, o que é chamado de vigilância ativa.

Para conscientizar a população da importância dos exames anuais a partir dos 50 anos, a Sociedade Brasileira de Urologia e o Instituto Lado a Lado pela Vida realizam o Novembro Azul. A campanha, idealizada pelo Instituto Lado a Lado Pela Vida, tem foco na conscientização do câncer de próstata no Brasil. Continue lendo »

depressao (1)

O que devemos saber sobre o tratamento da depressão

  • Por que devemos tratar a depressão?

Se a depressão não for tratada, poderá haver uma piora funcional do idoso como a diminuição de sua capacidade e independência, piora da memória, má qualidade de vida e até suicídio.

  • Como a medicação deve ser usada?

Deve-se tomar a medicação todos os dias , geralmente 1 vez ao dia, importante não deixar de usar nenhum dia e devemos nos certificar que está sendo tomado todos os dias e nos horários que foram receitados pelo médico. O medicamento deve ser guardado em lugar fresc. Continue lendo »

EUVALDO

Prevenção de doenças e promoção da saúde na terceira idade

“- Doutor, eu não sinto nada, mas estou aqui para começar a me prevenir, porque, afinal de contas, eu já estou com uma certa idade.”

Este é, frequentemente, o início do diálogo travado entre paciente e médico na primeira consulta com o geriatra. O paciente deseja ‘iniciar sua prevenção’, expressão que traz implícitas a pergunta sobre o que cabe a ele fazer para viver uma vida longa e produtiva e a expectativa sobre o que o médico lhe dirá. Comumente, ele espera que sejam solicitados exames e que sejam prescritos vários medicamentos, sobretudo vitaminas, com o propósito de prevenir ou de retardar o envelhecimento. Mas, qual o real papel do geriatra para ajudar o paciente a viver mais e melhor? Continue lendo »

cancer-de-prostata1

Câncer de Próstata

câncer de próstata é a neoplasia maligna mais prevalente entre os homens. O advento do PSA possibilitou fazer diagnósticos precoces da doença, antes detectada apenas em fases avançadas.

O PSA é um exame que permite avaliar, na corrente sanguínea, a concentração do antígeno prostático específico, proteína liberada em quantidades elevadas nos processos benignos e malignos. Continue lendo »

infartoo

Diabetes aumentam risco de infarto em até 4 vezes

Caracterizado pela deficiência na absorção de glicose pelo organismo, o diabetes multiplica por 2 a até 4 vezes o risco de ocorrência de infarto, quando se compara com um indivíduo que não possui a doença. Isso acontece porque a glicose excedente permanece nos vasos sanguíneos, levando a danos ao tecido e à formação de placas de gordura que podem causar sua obstrução.

Leia também: Quem tem diabetes é mais predisposto a infartos assintomáticos

Para reduzir os riscos de desenvolver diabetes, os médicos recomendam a prática regular de exercícios físicos e a alimentação saudável (com menor ingestão de álcool, doces, frituras, gorduras e carboidratos simples, como arroz branco e pães feitos de farinha branca). Também é fundamental controlar o estresse e garantir a qualidade do sono. Continue lendo »

Gorduras saturadas não fazem mal a coração

Exercícios são importantes contra a síndrome do coração partido

estresse físico e emocional são alguns dos fatores que impulsionam a Síndrome do Coração Partido, que se manifesta muito mais frequentemente em mulheres (aproximadamente 95% dos casos). Especialmente em mulheres que se encontram no período pós-menopausa, com idade média entre 60 e 80 anos.

Veja também: Ansiedade eleva a pressão arterial

Há anos se estuda a síndrome do coração partido. Continue lendo »

mama

Alterações Benignas das Mamas

As principais alterações benignas das mamas são o fibroadenoma e as alterações funcionais.

O fibroadenoma é um nódulo pequeno, com até 3 cm, de origem e evolução benigna, de consistência dura e elástica, móvel à palpação, de superfície lobulada, bem delimitado, indolor, geralmente único e que aparece depois da adolescência.

Trata-se de uma lesão sem potencial de malignização. Certos tipos de câncer, chamados tumores circunscritos, podem simular um fibroadenoma, sendo, portanto, prudente que os fibroadenomas sejam submetidos à confirmação histopatológica (estudo da célula). Continue lendo »

suco-de-clorofila-para-matar-a-fome-e-combater-a-anemia-1-640-427

Suco de clorofila para matar a fome e combater a anemia

A clorofila é um excelente revigorante para o organismo e atua eliminado toxinas, melhorando o metabolismo e o processo de emagrecimento.  Além disso a clorofila é muito rica em ferro, sendo um ótimo suplemento natural para anemia ferropriva.

Para aumentar o consumo de clorofila, para emagrecer ou tratar anemia, uma das formas mais fáceis é adicionar clorofila no suco de fruta cítrico.  Continue lendo »

Saiba como prevenir e tratar a tendinite e a tendinose

Tendão é a estrutura que fixa o músculo no osso. O sufixo “ite” refere-se a inflamação, e o sufixo “ose” à degeneração. Os sintomas da tendinite e da tendinose são parecidos, mas as causas e os tratamentos são diferentes. Por isso é importante diferenciar essas condições clínicas, e evitar a persistência do problema.

tendinite acontece quando uma força de tensão muito forte e/ou muito prolongada provoca uma pequena ruptura seguida de inflamação no tendão. Células inflamatórias são direcionadas para a região e ocorre inchaço e dor. Continue lendo »

Enxaquecaaaa

Enxaqueca pode levar a infartos e derrames

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cefaléia (SBCe), estima-se que aenxaqueca atinja de 12% a 15% da população geral, com uma prevalência de 17% entre as mulheres. Com a predominância da doença, durante 15 anos, 574 pacientes com idade entre 55 e 94 anos foram acompanhados através de exames neurológicos e questionários sobre a doença. Inicialmente, a intenção era avaliar a ligação entre a enxaqueca e o aterosclerose, analisando o risco de tromboembolismo venoso. Continue lendo »

Sepse: sintomas, tratamentos e causas

Sepse é uma condição com risco de vida, que ocorre quando um agente infeccioso – tais como bactérias, vírus ou fungo – entra na corrente sanguínea de uma pessoa. A infecção afeta todo o sistema imunitário, o que então desencadeia uma reação em cadeia que podem provocar uma inflamação descontrolada no organismo. Esta resposta de todo o organismo à infecção produz mudanças de temperatura, da pressão arterial, frequência cardíaca, contagem de células brancas do sangue e respiração. As formas mais graves de sepse também podem causar uma disfunção de órgãos ou o chamado choque séptico. A sepse requer cuidados médicos imediatos. Continue lendo »

dv_envelhecimento_oms_600x350-e1448995083921

Demência Avançada

Demência é uma doença progressiva e incurável. O último ano de vida é caracterizado pela deterioração gradativa de múltiplas funções fisiológicas e cognitivas.

Um estudo que acompanhou, durante 18 meses, 323 pacientes com demência avançada internados em “casas de repouso”, revelou que a mediana de sobrevida foi de 1,3 ano. Continue lendo »

asma-exercicios-ativo-730x487

Esportes podem prevenir crises de asma

Quem tem asma muitas vezes não imagina que pode e deve praticar exercícios físicos. Mas você sabia que esportistas de alto rendimento, como a jogadora de futebol Marta, o ex-nadador e medalhista olímpico Fernando Scherer e até o ex-jogador inglês David Beckham sofrem da doença? Na verdade, a atividade física serve parar melhorar o condicionamento cardiorrespiratório do asmático e, consequentemente, aumentar a tolerância ao esforço. Não à toa, essa é a doença crônica mais comum entre os atletas olímpicos (8%).

Se você sofre com o problema e não aguenta mais conviver com os sintomas, a sugestão do pneumologista Mauro Gomes, chefe de equipe do Hospital Samaritano de São Paulo, é fazer algum tipo de atividade aeróbica (corrida, natação, ciclismo, remo, entre outras), três vezes por semana. Assim, a sensação de falta de ar se tornará menos frequente, já que o fortalecimento da musculatura do tórax promove a expansão dospulmões, tornando a ventilação pulmonar mais eficaz. Continue lendo »

EUVALDO

A vida na menopausa

As mulheres em geral entram na menopausa por volta dos 50 anos. Um pouco antes dessa idade, costumam experimentar, algumas de forma devastadora, sintomas como diminuição da libido, ondas de calor alternadas com arrepios de frio, astenia, secura vaginal, depressão, entre outros.

A intensidade dos sintomas varia, mas eles afetam por volta de 80% das mulheres. Apesar de poucas passarem imunes a eles, não se sabia muito sobre sua duração até a divulgação, este ano, do maior estudo sobre saúde da mulher (SWAN, sigla em inglês), publicado na revista científica americana JAMA. Continue lendo »

Idosos-desenhosite1

Como evitar a sarcopenia no idoso

Sarcopenia é a perda de massa e função muscular, e é uma conseqüência importante do envelhecimento. O predomínio de sarcopenia, dependendo da definição usada, varia de 10% a 30% em homens na faixa dos 60 anos e em mulheres na faixa dos 50 anos. A causa da diminuição na massa magra está na perda de massa muscular; há uma pequena mudança na massa magra não muscular.

Entre 20 e 80 anos de idade, o declínio cumulativo na massa muscular do esqueleto equivale a 35% a 40%. A perda de massa muscular não resulta em perda de peso, devido à natural substituição correspondente de gordura corporal.

A perda de massa muscular resulta de uma diminuição do número e da área da seção transversal das fibras musculares. Há uma atrofia, principalmente da contração muscular rápida, nas fibras do tipo II, e há um aumento em gordura intramuscular e no tecido conjuntivo. Essas mudanças reduzem o volume de tecido contrátil disponível para locomoção e para as funções metabólicas. O envelhecimento está associado com a síntese reduzida de proteínas musculares do esqueleto, com as cadeias pesadas de miosina e com as taxas de síntese atenuadas, os quais são importantes também para geração de adenosina trifosfato (ATP). Continue lendo »

coracao-saudvel

Estatinas e Colesterol

As estatinas são um grupo de substâncias afins, denominadas lipoproteinas, são empregadas em medicina para tratar os altos níveis de Colesterol, LDL-colesterol e VLDL-colesterol no sangue. As lipoproteinas são essenciais ao funcionamento do organismo humano, mas em níveis sangüíneos elevados podem ser prejudiciais.

O colesterol, que já foi considerado o inimigo maior do nosso sistema cardiovascular, é formado principalmente no nosso fígado. Do total de Colesterol do corpo humano, cerca do 60% é formado no fígado e o restante vem da alimentação. O colesterol e seus derivados são importantes para a produção dos hormônios, na formação das membranas celulares, na produção da vitamina D, essencial no metabolismo do cálcio, que por sua vez é importante na formação, conservação e regeneração de ossos. Sem colesterol a vida humana não é possível. Continue lendo »

Aumetar o bom colesterol continua sendo um grande desafio

colesterol (2)

A preocupação em se baixar os níveis do colesterol ruim (LDL) no sangue é uma proposta conhecida e, em geral, conseguida com dieta e exercícios ou mesmo com medicação (estatinas). O novo desafio é aumentar o bom colesterol(HDL), o qual é para muitas pessoas geneticamente baixo. O HDL é a fração do colesterol capaz de nos proteger do depósito de gorduras nas artérias, e seu valor varia de indivíduo para indivíduo. Continue lendo »

marcapasso1

Uma ajudinha aos corações cansados: entenda como funciona o marcapasso

Quem nunca parou para ouvir a batida do próprio coração ou mesmo de outra pessoa? Se você contar quantas vezes o coração bate em um minuto, terá  a frequência cardíaca, que deve ficar entre 60 a 100 batimentos. A bradicardia é uma alteração do ritmo do coração causada por distúrbios elétricos (arritmia) caracterizada pela redução desse valor. A solução é usar um dispositivo que desperta muita insegurança nos pacientes, mas que garante uma vida mais longa e melhor a quem está com o coração “fraco”: o marcapasso. Continue lendo »